História

A primeira unidade foi aberta há 15 anos no bairro do Morumbi com 30 leitos. Em 2011, aconteceu a inauguração da unidade Brooklin, com 40 leitos. E em 2018, a maior e mais moderna unidade, na Chácara Santo Antônio, com 102 leitos.

As três unidades atuam como Hospice e Hospital de Apoio, promovendo desospitalização segura para pacientes em reabilitação, crônicos e em cuidados paliativos; com uma estrutura moderna, atendimento diferenciado e corpo clínico altamente qualificado.

A Sainte-Marie oferece atendimento multiprofissional a estes pacientes e permite o acompanhamento por médicos externos.


Hospice

O hospice não é apenas um local de atendimento; é uma filosofia que valoriza o ser humano. 

O ambiente acolhedor, a equipe preparada para atender pacientes e familiares nas mais diversas necessidades e a estrutura física adequada fazem do hospice a melhor opção em relação ao tratamento domiciliar e à internação hospitalar. Muitas vezes são necessárias adequações físicas na residência e a família pode não estar preparada para manter a pessoa em casa.

Já no hospital, em um determinado momento, a estrutura disponível pode não resultar em benefícios e elevam o custo do atendimento.

O ambiente ideal para o tratamento de pessoas que necessitam de cuidados contínuos com a saúde é encontrado em um hospice.

Os cuidados de uma equipe multiprofissional são imprescindíveis para garantir qualidade de vida e alívio da dor, assim como a participação da família em todas as fases. Se o paciente tem indicação de cuidados paliativos, o foco do tratamento deixa de estar na doença para estar no alívio da dor e do sofrimento e nas necessidades básicas de higiene e no conforto.

A Sainte-Marie foi a primeira a oferecer um atendimento multiprofissional em hospice no Brasil. Esta equipeé composta por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, gerontólogos, nutricionistas, psicólogos e terapeutas ocupacionais. Musicoterapia e assistência religiosa ecumênica integram o atendimento.